ESPORTE

Zé Augusto pede demissão do Maranhão Atlético para assumir o Sampaio Corrêa

Zé Augusto esteve a frente do Maranhão Atlético em todas as conquistas do time nos últimos anos

A diretoria do Maranhão Atlético Clube confirmou, na noite desta segunda-feira (13), que Zé Augusto não é mais o técnico do Quadricolor do Parque Valério Monteiro. Mais cedo essa informação já tinha sido ventilada na mídia esportiva local, mas não se tinha certeza de sua veracidade. A mesma fonte que trouxe a informação, afirmou que Augusto deve assumir o Sampaio Corrêa, que ainda é comandado por Thiago Gomes.

De acordo com uma publicação das redes sociais do clube, além de Zé Augusto, outros três profissionais também se desligaram do time para seguir com o treinador, que deve mesmo assumir o Sampaio Corrêa. Contudo, o Tricolor ainda não se manifestou sobre a demissão do atual treinador e a contratação de Zé Augusto. Já o MAC deve anunciar um novo técnico nesta terça-feira (14).

“Zé Augusto, seu auxiliar Gabriel Júnior, o preparador físico Alan Robson e o auxiliar de preparação técnica Jonathan VT receberam uma proposta e resolveram iniciar um novo momento em suas carreiras. As conquistas dos meninos do Zé Augusto estarão sempre marcadas, com as quatro cores do estado, na história do futebol maranhense. O Maranhão agradece todo o trabalho realizado nesses quase dois anos de história sob o comando dos profissionais e deseja uma boa sorte em seus compromissos futuros”, traz o post.

No início do ano a mídia esportiva no Piauí publicou matéria dando como certa a contratação do técnico por um time do estado. Na época o titular do site questionou Zé Augusto sobre a possibilidade, mas o comandante Quadricolor se recusou a falar no assunto. “Uma matéria do Piauí traz informações de uma proposta que você recebeu? Alguma coisa a falar sobre isso? Me desculpa, mas quero falar sobre isso não irmão”, respondeu Zé Augusto.

VIRADA DE CHAVE

Zé Augusto esteve a frente do Maranhão Atlético em todas as conquistas do time nos últimos anos. Para se ter ideia, o técnico chegou ao Parque Valério Monteiro quando o time foi abandonado para falir. O Bode estava na segunda divisão do Campeonato Maranhense, abarrotado de contas e processos judiciais com ex-jogadores.

Zé foi quem deu o pontapé inicial para a virada de chave do Demolir. Com um time formado por jogadores maranhenses, o profissional conseguiu montar o melhor plantel da atualidade do futebol maranhense. O resultado foi o retorno para a primeira divisão em 2022 (campeão), o título de campeão Maranhense em 2023, acessos a Copa do Brasil e do Nordeste, a volta a Série D do Brasileiro e um quase acesso a Série C. Além de todas essas conquistas, o treinador levou o time a ser finalista do Campeonato Maranhense deste ano, justamente contra o seu próximo time, o Sampaio Corrêa.

Maxsuel Bruno

Mestrando em Educação Esportiva | Pós-graduado em Jornalismo Esportivo | Narrador do canal Planeta Esportivo | Especialista em Assessoria de Imprensa | Radialista | Teólogo | Locutor

Um Comentário

  1. Bom dia
    Sem esquecer as conquistas com o Zé lógico, mas ele deveria ter saído pela porta da frente e infelizmente saiu pela porta do fundo com uma atitude ante-profissional dessa, na minha opinião ele traiu o MAC, pelo menos deveria sair depois do término do estadual, agora sair faltando dois jogos e exatamente para o time adversário, é só pensar no dinheiro e dinheiro não é tudo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo