POLÍTICA

Yglésio Moisés diz que onda de homicídios e violência em coletivos da Ilha tem comando político

O deputado que também acumula a função de presidente do Moto Club, não deu nomes, mas garantiu que o comando vem de quem adorava grampos e vivia fazendo tratos com facções da capital

Para um público de pouco mais de 4 mil pessoas que o seguem no Twitter, o deputado estadual, Yglésio Moisés (PSB), escreveu na noite desta quinta-feira (19), que a onda de homicídios e violência em coletivos da Ilha tem comando político. O deputado que também acumula a função de presidente do Moto Club, não deu nomes, mas garantiu que o comando vem de quem adorava grampos e vivia fazendo tratos com facções da capital para obter o silêncio das organizações criminosas.

“Está cada vez mais evidente que essa onda de homicídios e violência em coletivos da Ilha tem  comando político do canalha que adorava grampos e vivia fazendo tratos com facções da capital pra obter o silêncio das mesmas. Escória humana, maldito sejas”, escreveu o deputado, que foi questionado na mesma postagem por um seguidor sobre a razão dele não fazer a denúncia na Assembleia Legislativa. Até publicação desta matéria, Moisés ainda não havia respondido a pergunta do internauta.

Maxsuel Bruno

Radialista pós-graduado em Jornalismo Esportivo. Narrador da BMAX Sports e Planeta Esportivo. Teólogo pós-graduado em Jornalismo Empresarial e Assessoria de Imprensa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo