POLÍTICA

Vereador de Santa Inês poderá ser cassado por número de faltas injustificadas na Câmara Municipal

Didi Júnior teria chegado ao limite de faltas permitido pelo regimento interno da Casa

O vereador Didi Júnior (PL), de Santa Inês, andou faltando tanto no trabalho, na Câmara Municipal, que deve ter um processo de cassação do seu mandato analisado pelo plenário do Legislativo da cidade. De acordo com informações, Didi Júnior chegou, apenas este ano, no limite de faltas injustificadas em sessões que o regimento interno da Casa permite em um único período legislativo.

Sobre a assunto, o também vereador Sargento Oliveira, amenizou a situação durante entrevista ao um programa de rádio local. De acordo com Oliveira, Didi chegou no limite, mas não ultrapassou o número de faltas injustificadas. O vereador também não informou o número de ausências que é necessário para abertura de um processo.

Ao site, uma fonte exclusiva da Cidade Santa, confidenciou que existe interesses internos de suplentes do vereador no próprio partido, fato que deve ainda movimentar bastante a política local.

O site tentou não mas teve acesso ao registro de presenças dos parlamentares nas sessões. Também tentamos acesso ao regimento interno da Câmara Municipal, para sabermos o número limite de faltas injustificadas necessárias, porém também não obtivemos sucesso.

Maxsuel Bruno

Mestrando em Educação Esportiva | Pós-graduado em Jornalismo Esportivo | Narrador do canal Planeta Esportivo | Especialista em Assessoria de Imprensa | Radialista | Teólogo | Locutor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo