destaque

Fátima Araújo reúne autoridades e lideranças comunitárias em debate sobre direitos da pessoa idosa

A audiência pública que tratou o tema, foi realizada na tarde desta quinta-feira (19), na Câmara Municipal de São Luís

A vereadora Fátima Araújo (PCdoB), levantou um importante debate sobre os direitos da pessoa idosa, em audiência pública, realizada na tarde desta quinta-feira (19), no plenário Simão Estácio da Silveira, na Câmara Municipal de São Luís.

O diálogo contou com a presença de inúmeras autoridades, lideranças comunitárias, além dos integrantes do projeto Guerreiras da Melhor Idade, idealizado pela própria parlamentar. Autora do requerimento que deu origem a audiência pública, Fátima Araújo foi a responsável por abrir os trabalhos na tribuna da Casa do Povo.

“Quero primeiramente agradecer a presença de todos. Dizer que é muito importante as suas presenças neste debate. Uma das razões que nos fez realizar esta audiência, foi justamente fazer uma reflexão sobre o tema, que é o destino de todos nós. Temos que respeitar os direitos dos idosos, além de promover mais ações em prol de um envelhecimento saudável, tranquilo e confortável aos nossos idosos. Eu, particularmente, tenho lutado muito para que isso aconteça. Temos um PL que já é lei, porém nunca foi colocado em prática, que propõe a criação do Hospital do Idoso em São Luís”, iniciou ela.

A vereadora também falou sobre o seu projeto social, que é o Guerreiras da Terceira Idade, realizado na sede do Instituto da Pequena Guerreira. “Temos uma importante iniciativa, que reúne todas as sextas-feiras um grupo de idosos, com objetivo de promover uma tarde de muita alegria, com danças e brincadeiras recreativas. São iniciativas como esta que proporcionam um envelhecimento saudável e alegre a eles”, seguiu em seu discurso a parlamentar.

Participaram da audiência Carlos Rangel (presidente da Cruz Vermelha/MA), Borba Lima (tenente-coronel da PM), Paulo Sérgio França (diretor do Centro de Atenção ao Idoso), Dr. Alexandro Castro (delegado adjunto da Polícia Civil) e Alenilton Santos (promotor de Justiça), além de outras autoridades e representantes de instituições públicas relacionadas aos direitos da pessoa idosa.

Maxsuel Bruno

Mestrando em Comunicação Digital | Pós-graduado em Jornalismo Esportivo | Narrador do canal Planeta Esportivo | Especialista em Assessoria de Imprensa | Radialista | Teólogo | Locutor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo