ESPORTE

Danilo Brito pede demissão do Cordino, duas semanas após ser contratado pelo clube

Brito chegou em Barra do Corda (MA) para substituir Arilson Costa. A missão era fazer um milagre salvando a equipe do rebaixamento

Durou apenas duas semanas o comando do técnico Danilo Brito no Cordino Esporte Clube, time que já está quase que matematicamente rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Maranhense de 2025. Brito chegou em Barra do Corda (MA) para substituir Arilson Costa. A missão era fazer um milagre para salvar a equipe do rebaixamento, contudo ele não teve sucesso e acabou se despedindo da equipe nesta quinta-feira (21).

O time ainda não publicou o desligamento do técnico em suas redes sociais, mas Brito já se adiantou e agradeceu a Onça. “Obrigado ao Cordino Esporte Clube, na pessoa do presidente Cirlei Pereira pela oportunidade confiada a mim. Peço desculpas por não poder dar continuidade ao trabalho e ao desafio que era contribuir para a permanência do time na Série A. Desejo ainda que esse objetivo seja alcançado, estarei na torcida e não poderia deixar de agradecer também a todos os jogadores, diretores, staff e a todos os envolvidos nesta causa”, escreveu em post nas mídias sociais.

Quase que virtualmente rebaixado, o Cordino ainda tem dois compromissos pela frente. Se quiser não ser rebaixado, além de precisar vencer os dois jogos, tem que torcer por uma combinação de resultados. Os compromissos do time serão diante do Pinheiro Atlético Clube, no próximo domingo (24), às 16h, no Estádio Leandrão, em Barra do Corda; e contra o Tuntum, na última rodada do Campeonato Maranhense.

Maxsuel Bruno

Radialista pós-graduado em Jornalismo Esportivo. Narrador da BMAX Sports e Planeta Esportivo. Teólogo pós-graduado em Jornalismo Empresarial e Assessoria de Imprensa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo